Raio: Desligado
Raio:
km Set radius for geolocation
Pesquisar

Secretaria de Estado da Cultura promoverá audiências públicas sobre a Política Nacional Aldir Blanc

Secretaria de Estado da Cultura promoverá audiências públicas sobre a Política Nacional Aldir Blanc

A Secretaria da Cultura do Paraná (SEEC) informa que realizará audiências públicas nas oito macrorregiões do Estado para discutir a implementação da Política Nacional Aldir Blanc de Fomento à Cultura (PNAB) no Paraná.

Vale ressaltar que os encontros são direcionados a agentes culturais, gestores culturais, artistas, entidades, pessoas físicas e jurídicas que atuam na produção, difusão, promoção, preservação e aquisição de bens, produtos ou serviços artísticos e culturais, incluindo o patrimônio cultural material e imaterial.

Todos são incentivados a participar das audiências e inscrever seus projetos nos editais publicados pelos estados. Uma comitiva da SEEC vai visitar oito cidades, organizando encontros em auditórios de Guarapuava, Cascavel, Pato Branco, Maringá, Londrina, Paranaguá, Ponta Grossa e Curitiba. Além da publicação de editais para chamamento público de projetos, que serão lançados em breve, os estados poderão executar os recursos diretamente em políticas culturais locais.

Em Paranaguá a audiência pública acontecerá no dia 22 de maio das 18h às 21h, na Estação Ferroviária e os interessados podem se inscrever através do link:  https://forms.gle/x4MkhBZfRTzWLuvi8.

Mais informações sobre a audiência podem ser obtidas através do link: https://bit.ly/3yims1k

A secretária estadual da Cultura, Luciana Casagrande Pereira, afirma que a participação ativa dos trabalhadores que movimentam a economia criativa é essencial para identificar com precisão as demandas coletivas, além de discutir possíveis soluções e medidas a serem implementadas com os recursos da PNAB. “As audiências públicas são importantes instrumentos para identificar as necessidades específicas de cada área e garantir a aplicação eficaz dos recursos”, diz.

“Acredito profundamente que o diálogo é a ferramenta mais poderosa para fortalecer a relação entre o governo e a comunidade que move a economia criativa do nosso Estado”, enfatiza. Luciana destaca que, por meio dessas audiências, é possível mapear as necessidades de comunidades específicas e inspirar políticas públicas focadas em equidade. “É por meio da escuta ativa e do intercâmbio de ideias que podemos construir uma política cultural mais eficaz, inclusiva e representativa”.

As audiências públicas visam proporcionar uma plataforma para que os setores culturais do Paraná possam expressar suas demandas, identificar desafios e propor soluções. O objetivo é garantir uma aplicação eficaz e direcionada dos recursos da PNAB e promover a descentralização e diversificação cultural no Estado.